top of page
  • Foto do escritorCarol Santana

Entenda por que está na hora de trocar sua parabólica tradicional por uma digital


Foto: Siga Antenado


Mais canais e nada de chiados e chuviscos são algumas vantagens do equipamento mais moderno


Quem ainda assiste TV por meio da antena parabólica tradicional (aquela grande, que lembra um guarda-chuva invertido) já pode fazer a troca para a parabólica digital e perceber, com essa mudança, uma série de vantagens. O novo equipamento traz imagem de alta qualidade, dando adeus aos chiados e chuviscos, e disponibiliza mais canais, repletos de informação, entretenimento, desenhos, filmes, séries, programas religiosos, programação local e muito mais.


Atualizar a parabólica é uma evolução necessária e vai permitir que os usuários continuem tendo acesso ao sinal de TV em suas casas, já que a parabólica tradicional deixará de funcionar em breve. Por isso, para não ficar sem assistir à TV, a recomendação é substituir a parabólica antiga pela nova parabólica digital.


Tendo acesso a todos esses benefícios, a dona de casa, Doroty Leite de Sousa, que mora em Inhumas (GO) com o filho, conta que sua programação preferida são os filmes. “Após a instalação pude perceber o quanto a troca fez diferença. Foi muito bom e bem instalado. Não tem nenhum sinal de chiado, e ainda posso navegar pelo controle na escolha dos meus filmes”, relata.


Leandro Guerra, presidente da Siga Antenado, entidade responsável por apoiar a população durante a migração do sinal. “A nova parabólica digital tem muitas vantagens em relação à antiga e a família vai perceber uma verdadeira evolução na hora de assistir TV”, afirma.

Troca gratuita


Famílias de menor renda inscritas em Programas Sociais do Governo Federal e que tenham a antena parabólica tradicional em funcionamento podem ter direito à instalação do kit gratuito com a nova parabólica digital. Para verificar se tem direito e agendar, basta acessar o site sigaantenado.com.br ou ligar para 0800 729 2404, que também funciona como Whatsapp.


Quem tem a parabólica tradicional e não tem direito ao kit gratuito, deve procurar lojas de eletrônicos ou antenistas que atuam na região. Eles poderão dar a orientação necessária para a compra e instalação dos novos equipamentos.

Lembrando que apenas quem assiste TV pela parabólica tradicional precisa substituir os equipamentos pelo novo modelo, inclusive o receptor. Mas quem já assiste TV pelo sinal digital terrestre (antena espinha de peixe), pela parabólica digital, por streaming (internet) ou é cliente de TV paga, não precisa fazer nada, pois não sofrerá qualquer impacto pela mudança.

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page