top of page
  • Por Redação

Seis dicas para o uso equilibrado das redes sociais


Não é de hoje que afetar a autoimagem, a saúde mental e a própria vida são discussões sobre as redes sociais. Muito é especulado sobre as falsas imagens de alegria e disposição. É como se ali fosse o próprio paraíso. Na visão de terceiros, é claro. A exposição às redes pode causar casos de ansiedade e baixa autoestima.


Mas é possível usá-las de forma equilibrada. Em entrevista ao Estado de Minas, a coordenadora de psicologia da Docway, empresa com foco em soluções de telemedicina, Karen Valéria da Silva, elencou seis dicas para minimizar os riscos e algumas estratégias do uso equilibrado das mídias sociais.


1 – Autoconhecimento: reflita como as mídias te afetam para que medidas proativas sejam tomadas;


2 – Conteúdo positivo: selecione cuidadosamente o conteúdo que você irá consumir; preferia contas que falam sobre positividade realista, bem-estar e inspiração;


3 – Limite de tempo: utilize ferramentas para rastrear e gerenciar o tempo de tela e estabeleça intervalos de desligamento para permitir uma desconexão;


4 – Diversificação das atividades: equilibre o tempo e o off para torná-las mais significativas, interações sociais e a promoção do bem-estar geral;


5 – Promoção da empatia: ao interagir online lembre-se que há um ser humano do outro lado da tela com emoções reais;


6 – Comunicação aberta: não hesite em buscar apoio emocional caso seja vítima de experiências negativas; vale para amigos, familiares e profissionais de saúde mental.




4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page